Uma mesma história pode ser percebida, entendida, sentida e contada de diversas formas e esta aqui é uma das maneiras que encontramos de compartilhar a história desta experiência viva que tem sido a CoCriar.

2007

De um lado o Thomas, um jovem engenheiro de formação, positivamente inquieto, sensível e antenado ao que faz sentido e com um espírito empreendedor muito vivo. De outro, a Tamara uma educadora-bióloga com experiência no trabalho com grupos, sempre interessada pelo lugar de significado em todas as facetas da sua atuação. Alguns pontos em comum…

  • Uma certa experiência, sempre questionadora, no mundo corporativo e em outros tipos de organizações,
  • A busca por formas mais conscientes e vivas de ser e conviver, estas que em alguns contextos chamamos de sustentabilidade,
  • A aproximação e a afinidade com a prática da arte de anfitriar conversas e criar intencionalmente espaços para o desenvolvimento de inteligência coletiva e de novas formas de se relacionar e se organizar coletivamente de maneira simples, profunda e significativa,
  • A percepção do valor que isto pode ter para encaminhar situações reais em diversos tipos de organizações e contextos humanos,
  • A predisposição para entrar em um campo do “não saber” para simplesmente experimentar em um campo em que se acreditava muito!

No final de 2007, a partir da possibilidade de experimentar esta prática em um contexto concreto e estratégico de uma grande empresa e a observação dos resultados tangíveis e intangíveis decorrentes, liga uma “chave”, a da nossa habilidade de cuidar de criar espaços de qualidade de interação. Surge a ideia de oferecer isto como um serviço intencional e, a partir daí nasce um Ser voltado ao bem comum, que mais tarde é chamado de CoCriar, ainda antes de mesmo de ser formalizado como instituição. Demandas de trabalho começam a chegar através de relações e do reconhecimento da intenção colocada.

2008

A expressão do trabalho e a forma de contarmos sobre ele gera um polo atrator de pessoas muito especiais que se sentiram alimentados pela proposta e ao mesmo tempo a alimentavam também. Foi assim que chegou, em 2008, a Maria, vinda de uma experiência com branding e também em organizações sociais do 3o setor.

2009

Nesta configuração, formalizamos a CoCriar como empresa em 2009, mesmo momento em que nasce o Círculo Semanal, o nosso espaço de compartilhamento interno de tudo o que sentimos necessidade, que segue ativo até hoje e que muito contribui com a manutenção da nossa integridade. Os trabalhos continuaram chegando, com diversificação crescente de contextos, ao mesmo tempo em que outras pessoas da rede maior foram sendo atraídas para integrar a equipe, ou o círculo, como nos apelidamos, em referência à nossa forma de operação.

2010

Chega a Narjara, psicóloga e terapeuta floral, com uma rica experiência em Consultoria em Recursos Humanos e, o mais importante, uma sensibilidade ímpar para os elementos mais sutis do trabalho com grupos. Uma pessoa que chega para ventilar a CoCriar. Neste mesmo ano (2010), chega ao círculo o Henrique, vindo de uma experiência cosmopolita, trazendo uma visão mais organizada, pragmática para a gestão do dia a dia da organização, envolvendo uma melhoria substancial na nossa gestão do conhecimento, além de ser um conector com movimentos inovadores e oportunidades de novas experiências dentro do nosso campo de trabalho, bem como com outros tipos de trabalhos complementares, especialmente em ambientes de aprendizagem e empreendedorismo.

2011

Com a intensificação dos trabalhos, chega a Rogéria, no início de 2011, também bióloga de formação, sensível ao propósito deste trabalho, trazendo sua experiência com administração e seu cuidado incondicional aos detalhes, para colaborar com o nosso dia a dia, além de fazer parte de alguns trabalhos nos clientes, principalmente em grupos grandes. Em meados de 2011, chega a Camila, com formação em publicidade, uma experiência grande no campo de terceiro setor, na consultoria em educação pública, um olhar profundo e questionador para tudo o que vivemos e com uma grande paixão e competência em colheita de conteúdos em processos participativos, que traz para integrar o círculo da CoCriar. Desta forma, Chegamos a ser 7 sócios em 2011, com perfis muito variados, mas comungando profundamente dos mesmos valores (os mesmos que fizeram nascer esta organização) e o jeito de trabalhar, tornando muito rica a convivência juntos. Isto nos possibilitou experimentar realizar o trabalho da CoCriar em diversos contextos.

2012

Em 2012, Maria e Rogéria optam por deixar a CoCriar, para se dedicarem a projetos junto com as suas famílias, porém a conexão com o propósito deste trabalho permanece. No início de 2013, movida pela decisão de ir viver no sul da Bahia e cuidar de projetos sociais locais, além da opção pela maternidade, Narjara também escolhe deixar a CoCriar. Atualmente somos 4, Camila, Henrique, Tamara e Thomas e, desde 2013, contamos com uma rede de parceiros que chamamos carinhosamente de Associados CoCriar para seguirmos polinizando esta forma de ser e atuar em diversos contextos. A cada experiência vamos (re)construindo nossas relações e a forma como queremos nos organizar. Somos uma “obra inacabada” sempre aprendendo na combinação da visão com a prática, revisando-se constantemente como um Ser Vivo.

Antigos Membros da Equipe

Maria Barretto

Maria Barretto

Junto com Thomas e Tamara fui uma das cofundadoras da CoCriar e após quase 6 anos de experiências maravilhosas com esta turma, realizando projetos e aprendendo muito, hoje optei a me dedicar ao processo de aprendizagem dos meus filhos e a um trabalho de Coaching para Mulheres, Mães e Grávidas. A partir de novembro de 2012 me desliguei das atividades do dia a dia desta organização e vamos ver no futuro o que ainda faremos juntos. Com certeza o propósito da CoCriar continua vivo no meu coração, mas neste momento da minha vida, o chamado é para eu viver integralmente a maternidade. Como uma boa canceriana mãezona, continuo por perto e a serviço desta causa!

Narjara Thamiz

Narjara Thamiz

Me juntei a essa turma em 2010, num lindo encontro de almas com um propósito comum forte e poderoso que fisgou meu coração. Desde então, vivi um bonito processo de transformação, repleto de aprendizados e experiências profundas levando esses valores para as organizações. Esse processo todo resultou num casamento, numa mudança de vida e de cidade e na maternidade, para viver e cocriar ainda mais inteiramente o mundo que sonho. Hoje estou trazendo esses aprendizados, valores e relações para vivê-los através da maternidade, da educação e de um trabalho comunitário que fortalece o desenvolvimento local, aqui no sul da Bahia, lugar que escolhi como lar. Por isso, a partir de março de 2013 me desliguei da CoCriar como sócia, me afastando do dia-a-dia de trabalho, para me dedicar a esse novo momento de vida levando tudo o que vivi, contribui e colhi na CoCriar, que ainda pulsa em meu coração, para essa nova etapa. E a partir daí, uma nova forma de relação está se desenhando para uma atuação mais pontual, eventual e periférica em alguns projetos.

Rogeria Conrado

Rogeria Conrado

Busco o simples nas coisas e entendo que a natureza nos ensina uma maneira de viver que eu valorizo muito. Por isso, me formei em biologia e depois fiz uma pós graduação em gestão ambiental. Tenho participado de espaços de aprendizagem que contribuam para formas mais orgânicas de vida como Permacultura, Sistema Agroflorestal e Art of Hosting. Trabalhei por 8 anos no Instituto Paideia em projetos de formação de educadores da rede pública visando um futuro melhor, mais justo, para crianças e jovens através da formação continuada de educadores. Acredito que espaços de diálogo, onde podemos contribuir para o bem comum, fazem com que nos sintamos inteiros, mais presentes; em 2011, tive a felicidade de conhecer a CoCriar e fiz parte desta equipe até setembro de 2012, sempre em busca de aprendizado. Participo também de encontros em projetos do Instituto Paulo Freire. Sou alimentada pelo amor, pela verdade; neles o trabalho, marido, filhos, minha família. Amigos, quero sempre por perto.